27
05/15

Designers criam logos dos patrocinadores da Copa de 2022, no Catar, acusado de escravidão.

Coca-Cola

McDonald's

Visa

Adidas

Hyundai

Budweiser

Sony

Coca-Cola

Kia

Ainda distante, a Copa do Mundo Fifa do Catar, em 2022, já está sofrendo duras críticas.

Mais de 1200 trabalhadores já morreram por conta das péssimas condições de trabalho, outros tantos se suicidaram.

Além disso, há diversas acusações de trabalho análogo à escravidão nas obras da Copa – estádios, estradas, novos prédios. Eles já chegam endividados, têm o passaporte retido, sofrem em alojamentos pequenos no calor de 50 graus.

Enquanto a Fifa nega problemas, o caos persiste.

Algumas marcas não esperaram para se complicar. A Emirates, por exemplo, clássica patrocinadora do evento, retirou o seu apoio.

Outras ainda continuam: Coca-Cola, Adidas, Sony são alguns dos exemplos.

Para criticar esse “apoio” das marcas aos graves problemas da Copa, designers se reuniram para repensar os logos dos patrocinadores. Como eles seriam se incluíssem a questão da escravidão em sua identidade?

site americano The Roosevelts publicou as recriações dos designers para 2022. Eles chamaram de “anti-logos”, ou seja, um logo que não enobrece os atributos da marca, sim evidencia as coisas ruins.

Os logos trazem os dizeres “Apoiando com orgulho os abusos aos direitos humanos na Copa do Mundo de 2022″.

Fonte: Exame.

 

 

 

 

27
05/15

Samsung e os ursos.

27
05/15

General dançou

27
05/15

Cresce a circulação dos maiores jornais brasileiros.

Os cinco maiores jornais em circulação no Brasil tiveram crescimento no primeiro quadrimestre de 2015 na comparação com o mesmo período do ano anterior. 

De acordo com dados do Instituto Verificador de Comunicação (IVC), a Folha, líder entre os jornais do País, teve uma circulação média de 361.231 exemplares nos quatro primeiros meses do ano, o que configura uma alta de 6,4% na comparação com 2014. 

A circulação média de O Globo – o segundo colocado no ranking do IVC – registrou alta de 3,7%, alcançando o montante médio de 320.374 exemplares. Houve aumento também na circulação do Super Notícia, que atingiu média de 314.766 (um acréscimo de 1,7%) e no Estadão, que alcançou circulação média de 250.045 exemplares (alta de 5,5%).

Entre os cinco primeiros do ranking, o maior crescimento foi do Zero Hora, que fechou o quadrimestre com circulação média de 201.178 (13% mais do que o registrado no mesmo período de 2014). O digital tem uma forte participação nesses dados. Em abril deste ano, 44,6% da circulação total da Folha já era composta por edições digitais. No Globo, a fatia do digital já corresponde a 37%. 

Fonte: Meio e Mensagem


Esse crescimento pode ter a participação da inclusão das versões digitais que em muitos casos formam combos com as assinaturas impressas compradas pelos assinantes tradicionais. Seriam novos leitores que formam esse crescimento ou são os mesmos leitores que compram dois produtos com o mesmo conteúdo?


27
05/15
27
05/15

Facebook Journal.

Grandes empresas brasileiras de mídia foram convidadas a participar de testes do Instant Articles, recém-lançada ferramenta do Facebook que permite a visualização de conteúdo jornalístico nos celulares e tablets e já conta com nove parceiros de peso, entre eles, o The New York Times,  The Guardian, National Geographic, BuzzFeed,  NBC News, BBC News e Spiegel Online.

As conversas, no entanto, ainda estão muito mais no campo da sondagem do que da negociação.

Por Lauro Jardim

27
05/15

PIB em dólar deve perder um quarto do valor este ano.

Na semana passada, o Ministério do Planejamento anunciou um corte de R$ 69,9 bilhões no Orçamento e reviu sua projeção de queda do PIB em 2015de 0,9% para 1,2%.

Se confirmada, será a pior recessão em 25 anos. E em valores do dólar, a queda do PIB deve ser muito maior: de US$ 2,353 trilhões para R$ 1,812 trilhões, ou 23%.

Isso é resultado principalmente da queda relativa do real em relação a moeda americana. De acordo com as projeções do governo, a cotação deve fechar o ano em R$ 3,22, valor alinhado com as expectativas do mercado.

Só nos 5 meses entre 26 de dezembro e 26 de maio, o dólar foi de R$ 2,66 para R$ 3,13 – queda de 17,6%. A depreciação do real em 2015 só perde entre os emergentes para a lira, moeda da Turquia, segundo índice do JP Morgan.

O realinhamento cambial é parte do ajuste necessário para dar algum impulso nas exportações, favorecer a balança comercial e controlar o déficit em conta corrente. O gasto dos brasileiros no exterior já caiu 16% até abril.

Cenário

Nesta sexta-feira, o IBGE divulga os resultados do PIB no primeiro trimestre, mas os efeitos da paralisia econômica já são sentidos no mercado de trabalho.

Quase 100 mil vagas formais foram fechadas em abril, o pior resultado para o mês desde 1999. O desemprego subiu pela quarta vez seguida, não era tão alto há quase 4 anos e deve continuar em ascensão.

O índice de “infelicidade econômica”, que soma inflação e desemprego, atingiu omaior patamar em quase uma década, segundo dados da LCA Consultores.

Os cheques sem fundo também tiveram seu pior índice para abril desde 1991 e aatividade industrial caiu para níveis vistos pela última vez em 2009, no auge da crise mundial.

Fonte: Exame

27
05/15

Apple no todo do ranking BranZ Top 100.

A 10ª edição do ranking BrandZ Top 100 das marcas mais valiosas do mundo traz a Apple no topo da lista. O resultado, divulgado nessa terça-feira (26) pela WPP e pela Millward Brown, mostra que a marca atingiu US$ 247 bilhões, superando o primeiro lugar de 2014, o Google, que ficou com o valor de US$ 173,7 bilhões neste ano.

O crescimento da Apple foi de 67%, enquanto Google teve a marca de 9%. A Microsoft aparece em terceiro lugar no ranking, com aumento de 28% e valendo R$ 115,5 bilhões. Os motivos que justificam o primeiro lugar se devem, de acordo com Doreen Wang, diretora global da Millward Brown BrandZ, ao lançamento do iPhone 6 e à popularidade do AppleWatch.

“A Apple continua liderando a sua categoria, ao inovar e gerar benefícios reais aos consumidores, conectando de maneira consistente suas necessidades emocionais e racionais para fazer a vida dos usuários mais fácil, de forma divertida e relevante. A Apple tem uma promessa de marca muito clara e é através dela que reforça a sua mensagem e sustenta os diferenciais que a fazem ser tão desejável”, explica Doreen.

A IBM é a quarta do ranking, fechando os primeiros lugares apenas com marcas tecnológicas. Na sequência, Visa e AT&T seguem nos quinto e sexto lugares. Estão na lista Verizon, em sétimo; Coca-Cola em oitavo; McDonald’s em nono; e Marlboro em décimo.

De acordo com o relatório, que comemora 10 anos em 2015, o valor total das Top 100 marcas obteve um crescimento de 126% desde a primeira edição e, hoje, soma US$ 3,3 trilhões, número 14% superior ao total registrado em 2014.

O Facebook aparece na 12ª posição, enquanto o Grupo Alibaba e Amazon, em 13ª e 14ª, respectivamente. Disney (19ª) e Mastercard (20ª) fecham a lista dos 20 primeiros. Entre as 100 marcas elencadas, não há nenhuma brasileira ou latino-americana. As asiáticas e americanas demonstram maior crescimento e estabilidade, de acordo com a pesquisa.

Fonte: propmark

27
05/15

Por pura incompetência, vereadores de Curitiba querem acabar com praça mais que centenária.

A Câmara Municipal de Curitiba quer acabar com a centenária praça Eufrásio Correia (ao lado da Câmara), porque não conseguem acabar com a cracolândia instalada ali diariamente.

Querem construir anexos para a Câmara. Pode?

Que grande piada, na continuidade vão acabar com as outras praças, com o Largo da Ordem, Passei Público etc.

Depois pedem votos falando de segurança pública, quando não conseguem combater o crime que mora ao lado.

É muita incompetência! E falta de trabalho dedicado ao problema.

 

Jorge Luiz Werzbitzki (meu querido irmão caçula)

 

27
05/15

Papa Francisco não assiste TV há 25 anos.

O Papa Francisco não assiste TV há 25 anos. Disse que fez uma promessa a Nossa Senhora do Carmo  e desde então nunca mais ligou a TV. “Eu disse a mim mesmo: ‘isso não é pra mim’”, contou Francisco.

Como é que pode? 

Como ele se informa sobre as transformações na sociedade mundial?

JJ

Página 1 de 3.0511234...1015...Última