26
04/17

Folha antecipa em 4 dias resultado da licitação de publicidade do Banco do Brasil – antes da abertura dos envelopes.

O jornal Folha de S.Paulo ficou sabendo do resultado da licitação de publicidade do Banco do Brasil quatro dias antes da abertura dos envelopes, que ocorreu ontem.

A licitação foi vencida pela empresa Multi Solution, superando as concorrentes Nova/sb e a Z+, segundo o jornal. O contrato, de até R$ 500 milhões, será dividido entre as três ao longo dos próximos 12 meses, que são prorrogáveis por até 60 meses. O total ficaria em R$ 2,5 bilhões, sem considerar reajustes.

A Folha registrou o resultado em cartório na quinta-feira passada e o publicou em um anúncio cifrado na seção de classificados na edição do último domingo.

O jornal também foi informado de que houve direcionamento dentro do BB para que a Multi Solution vencesse a licitação, que, de acordo com a Folha, foi a de maior valor realizada no governo Temer até agora.

Em resposta ao jornal, o BB disse que obedeceu rigorosamente a legislação, afirmando que a definição das vencedoras foi norteada por critérios técnicos.

Ainda na reportagem da Folha de S. Paulo, o banco disse que vai publicar amanhã todas as propostas técnicas que foram apresentadas na licitação, junto com as respectivas notas atribuídas pela comissão responsável pela avaliação, o que possibilitará a verificação de todo o processo por qualquer interessado.

Também em resposta ao jornal, a Multi Solution negou qualquer favorecimento.

Fonte: Exame

BANCO DO BRASIL CANCELA CONCORRÊNCIA

O Banco do Brasil suspendeu o resultado da concorrência da sua conta publicitária, segundo a Folha de S. Paulo. Depois que o jornal denunciou que sabia o nome da primeira colocada quatro dias antes da abertura oficial dos envelopes com o resultado, o banco iniciou uma auditoria interna. O primeiro lugar na licitação, divulgado na última terça-feira (25), ficou para a Multi Solution.

Devido à gravidade que o vazamento da informação do resultado de uma concorrência de órgãos públicos tem, a licitação foi cancelada. Em nota, o Banco do Brasil afirmou que vai apurar o caso e que o processo para a escolha das novas agências de publicidade não está finalizado e obedece rigorosamente a legislação.

Fonte: Propmark