22
09/14
1
visualizações

Quem tem propostas para o Brasil e os brasileiros? Como será nosso futuro, como nação?

Sexta-feira última, a candidata DiIlma revelou aos seus pares que não pretende publicar o seu programa econômico de governo por uma única razão: Marina antecipou alguns poucos itens do seu programa e perdeu um tempão se explicando, tantas foram as desavenças internas ( no PSB ) e externas ( críticas dos demais candidatos).

.

Dilma tem certeza de que petistas xiitas vão cair de cacete se ela anunciar qualquer item que venha a ser confundido, mesmo de longe, com uma receita liberal.

.

Para vencer o Pibinho, reduzir a inflação e investir no aumento da produtividade em queda, fatalmente ela vai adotar remédios tucanos e, claro, não pode revelar isso na altura do campeonato eleitoral.

.

Muitos dos seus eleitores passariam a apoiar Aécio. Dilma, correria o risco de ser mera puçanga genérica de Aécio. É um risco que ela não quer correr.

.

Ou seja, até agora apenas Aécio informou aos caros 142 milhões de eleitores (por aí!) o que pretende fazer caso vença a eleição. É o único sincero com os brasileiros.

.

Mas o eleitor tupiniquim não acha isso importante e nem se interessa por denúncias que pululam feito pipoca na panela petista. .

.

SÉRGIO GARSCHEGEN, jornalista

 

22
09/14
0
visualizações

Hã?

—-

Em pegadinha, instrutores de autoescolas quebram as regras do trãnsito.

Campanha é uma das ações da Semana Nacional do Trânsito, promovida pelo Contran.

Criação é da Master Roma Waiteman

22
09/14
1
visualizações

Domino’s cria posters com massa de pizza.

Peças foram expostas na Turquia e consumiram 48 horas de trabalho

22
09/14
5
visualizações

Grande foto!

22
09/14
0
visualizações

Que tal?

22
09/14
2
visualizações

Empresa curitibana apresenta a locação de Drones.

A empresa curitibana Implement, criada para atender à crescente demanda do mercado de aluguel de equipamentos mobile, anunciou esta semana o lançamento do serviço de aluguel de Drones, equipamentos que fazem imagens aéreas com qualidade Full HD.

Segundo comunicado da empresa, o equipamento alcança até 300 metros de altura, e permite mapear uma grande área em um curto espaço de tempo. “Conseguimos fazer uma única foto do Parque Barigui completo”, exemplifica o sócio diretor Victor Coelho. O valor do aluguel é de R$ 490. Por este valor, a empresa afirma entregar mais de 100 fotos aéreas ou 45 minutos de imagens da área, além de mobilizar o operador do drone.

Segundo a companhia, agências de publicidade estão na lista de empresas que buscam pelo serviço. Além do aluguel de Drones, a empresa disponibiliza para locação tablets, Apple TV, câmeras fotográficas, iPhone e cadeados eletrônicos.

F onte: Adnews

22
09/14
2
visualizações
22
09/14
2
visualizações

Micro-site informa performance dos presidenciáveis nas redes sociais.

A Socialbakers, empresa de métricas e otimização do desempenho de marcas em mídias sociais, criou um micro site para cobrir as eleições brasileiras no Facebook. A empresa lançou uma plataforma que obtêm informações diretamente da rede social de Mark Zuckerberg. Segundo a própria Socialbakers, esta será a maior cobertura eleitoral de sua história.
A forma como os políticos interagem com os eleitores no Facebook é mais importante do que nunca numa eleições cujos números são tão divididos. A ferramenta do Socialbakers mostra, por exemplo, o número de fãs dos candidatos e de seus vices. Além disso, exibe também o post mais curtido de cada um dos candidatos TOP 3.
Para ver os infográficos, clique aqui.
-
COMENTÁRIO
Por este micro-site, Marina vem em primeiro lugar em número de fãs, Aécio em segundo e Dilma em terceiro (mesmo com todo o empenho do PT nas redes sociais).
JJ

22
09/14
2
visualizações
21
09/14
38
visualizações

Queda do avião de Eduardo Campos foi atentado, diz deputado/delegado da Polícia Federal.

O deputado federal e candidato à reeleição Protógenes Queiroz (PC do B) tem repetido que a queda do avião em Santos (SP) que matou o candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB) e mais seis pessoas “não foi um acidente normal”, mas sim um atentado. Em entrevista ao Terra, Protógenes, que é delegado licenciado da Polícia Federal (PF), disse: “questão do acidente ser normal, na minha convicção, está afastado isso”. Ele afirma ter provas de sua versão dos fatos, relata estar conduzindo uma investigação paralela e que irá entregar os dados coletados à Procuradoria Geral da República (PGR) após as eleições. “Eu quero saber as explicações para as lacunas de dados que eu estou coletando, pra formatar uma convicção e apontar até uma direção dos possíveis responsáveis”, afirmou.

Deputado Protógenes Queiroz afirma ter provas de que atentado matou Eduardo Campos

Foto: José Cruz / Agência Brasil

O irmão de Eduardo Campos, o advogado Antônio Campos, afirmou,  que juntou “tal nota (sobre a versão do deputado) perante o Ministério Público de Santos e a 5ª Vara Federal de Santos, na tarde de hoje, requerendo que se intime o Delegado Federal e Deputado Federal Protógenes Queiroz para que perante o MPF e a Justiça Federal faça o seu esclarecimento e traga aos autos os citados indícios e depoimentos que alega ter de que o acidente com Eduardo Campos teria sido atentado”.

No dia da queda da aeronave, Protógenes relata que estava na baixada santista, onde iria se encontrar com o candidato à Presidência, “apesar de não pertencer ao mesmo campo político, mas por questão de respeito, por amizade que eu tinha com o Eduardo Campos”. Ao ficar sabendo do ocorrido, o delegado licenciado diz ter se dirigido ao local da tragédia “para coletar informações”.

O primeiro fato estranho, de acordo com Protógenes, é que “a equipe da PF que ficou designada pra poder acompanhar nas buscas, coletar alguns dados, só chegou na madrugada do dia seguinte”. Ele afirma que a área não foi isolada corretamente para a coleta e análise de evidências.

No região da queda do avião ele diz ainda ter encontrado “contradições”. Relata ter localizado um fichário de anotações do piloto, mas apenas a capa, sem as folhas, que encontrou em outro local após buscar por conta própria. “Por que foram retiradas essas folhas? Por que eu encontrei em outro local? Eu fotografei as folhas e pedi pra perícia recolher”.

Ele conta ainda ter tirado fotos de pedaços da fuselagem do avião e que teve acesso às imagens dos destroços coletados e armazenados na base da Força Aérea no Guarujá. Segundo ele, várias peças não constam nas fotos na base aérea: “eu vou lá (na base aérea) pra confrontar o que eles retiraram do local, referente à aeronave, e (ver) se não constam algumas peças que eu encontrei no local”.

O deputado disse que as imagens captadas por câmeras de prédios no entorno levam a crer que o piloto estava sem o controle da aeronave no momento em que caiu. “Todo o sistema de aviônica, eletrônico, digital da aeronave foi paralisado”.

Outra questão seria quem autorizou o plano de voo em condições meteorológicas desfavoráveis: “aquela pista (no Guarujá, para onde o jato seguia) precisaria ter boas condições de visibilidade para se poder aterrissar“.

Por fim, o delegado afirma que alguns técnicos da PF que estão trabalhando no caso estariam receosos com a possibilidade de um atentado. “Os técnicos estão um pouco amedrontados com a situação, amedrontas porque converge com uma situação de um atentado (…) e eles têm medo de algum tipo de retaliação”.

Fonte: Terra

21
09/14
10
visualizações

Reverter o que acontece na Síria…

——

Já imaginou se pudéssemos dar um “rewind” nos horrores da guerra?

Criação é da Unit 9 Films para o movimento #WithSyria

21
09/14
11
visualizações

Pelo de “roedor” no extrato de tomate mais famoso do Brasil.

Extrato de tomate da Knorr Elefant: Anvisa reprovou produto em teste e interditou lote

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou  a interdição cautelar, por 90 dias, de um lote do extrato de tomate da Knorr Elefante, fabricado pela empresa Cargill Agrícola. A decisão foi tomada após testes encontrarem “pelo de roedor” em uma das embalagens.

Segundo a Anvisa, o lote interditado, o L6, com validade até 21 de maio de 2015, obteve resultados insatisfatórios “de rotulagem e de matéria estranha macroscópica e microscópica”. A agência informou que técnicos encontraram “fragmentos de pelo de roedor acima do limite de tolerância estabelecida”, que é de um fragmento por 100 gramas.

A decisão da Anvisa foi publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União. A empresa Cargill Agrícola ainda não se posicionou, segundo a revista Veja.

=

COMENTÁRIO

Interessante que existe um limite de tolerância para existirem pelos de roedores no extrato de tomates fabricado no Brasil, segundo a Anvisa. Um gramento de pelo por 100 gramas. Umas 200 mil toneladas equivalem a quantos pelos de roedor mesmo?

JJ

21
09/14
11
visualizações

Furar poços e encontrar escândalos.

Pois é… Reportagem da Folha deste sábado informa que Paulo Roberto Costa envolveu mais duas diretorias no esquema corrupto que vigorava na empresa: a Internacional, que era comandada pelo notório Nestor Cerveró, e a de Serviços e Engenharia, cujo titular era o petista Renato Duque. O PT está preocupado com os cadáveres que podem sair do armário. Faltam duas semanas para o primeiro turno das eleições, mas o segundo ainda está longe, só no dia 26 de outubro. Entre as irregularidades que atingem as duas diretorias, estão a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. Segundo o Jornal Nacional, Costa admitiu ter recebido R$ 1,5 milhão de propina só nessa operação.

Duque, note-se, já aparece citado em outro inquérito da Polícia Federal para apurar irregularidades nos negócios da Petrobras. A polícia investiga sua relação com outros funcionários da estatal suspeitos de evasão de divisas.

Em abril, outra reportagem Folha informava que Rosane França, viúva do engenheiro da Petrobras Gésio França, que morreu há dois anos, acusou a empresa de ter colocado o marido na “geladeira” porque este se opusera ao superfaturamento do gasoduto Urucu-Manaus, na Amazônia. Para a sua informação, leitor amigo: esse gasoduto foi orçado pela Petrobras em R$ 1,2 bilhão e acabou saindo por R$ 4,48 bilhões.

A viúva de Gésio não citou nomes, mas em e-mails que vieram a público, ele reclamava justamente da diretoria de Serviços e Engenharia, que era comandada pelo petista Renato Duque, que negociava com as empreiteiras. Duque, aliás, é amigo de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, um dos nomes citados por Costa como parte do esquema corrupto, que recorria aos préstimos do doleiro Alberto Youssef.

Além de amigo de Vaccari, Duque sempre teve um padrinho forte no PT: ninguém menos do que José Dirceu. Quando Graça Foster assumiu a presidência da estatal, em 2012, ela o substituiu por Richard Olm. Mas isso não significa, é evidente, que a Petrobras está livre da politicagem. Lá está, por exemplo, José Eduardo Dutra, ex-presidente do PT e outro peixinho de Dirceu: é diretor Corporativo e de Serviços. Não só ele. Também é da cota do ainda presidiário Dirceu o gerente executivo da Comunicação Institucional, Wilson Santarosa.

A estatal, diga-se, tornou-se um retrato dos desmandos do PT e da forma como o partido entende o exercício do poder. Como esquecer uma frase já antológica do então presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, em 2005, em reunião com uma certa ministra das Minas e Energia chamada Dilma Rousseff? Ele cobrou uma promessa que lhe fizera Lula: “O que o presidente me ofereceu foi aquela diretoria que fura poço e acha petróleo”.

Era assim que Lula exercia o poder. E foi assim que a Petrobras passou a furar poço e a achar escândalos.

 Reinaldo Azevedo, jornalista, blogeiro em Veja

21
09/14
13
visualizações

Bela Toscana

21
09/14
12
visualizações

O debate presidencial na Globo será dia 2.

O debate da Globo entre os candidatos a presidente, irá ao ar na noite do dia 2 de outubro, uma quinta-feira, “depois da novela Império”. Não há um horário cravado, como foi nas outras emissoras, de acordo com o documento oficial da emissora enviado aos partidos.

Pelas regras, o direito de resposta será assim:

*”Se um candidato citar um adversário de modo ofensivo, o candidato ofendido pode solicitar direito de resposta. Para isso, no momento da ofensa, deve levantar em silêncio o dedo. Este será o sinal de que está solicitando direito de resposta. Assim que perceber que foi notado pelo apresentador, deve abaixar o dedo e aguardar. A produção poderá conceder um minuto para que ele responda as ofensas. O ofendido deve se manter dentro do tema.”

Alguém aí imagina Dilma Rousseff com o dedinho levantado, em silêncio, esperando ser notada pelo Wiliam Bonner? Pois é, o que não se faz numa eleição para ganhar…

Será um debate eletrizante – até por causa desses detalhes laterais.

Por Lauro Jardim, em Veja

21
09/14
11
visualizações

Em palpos de aranha…

As duas candidatas que disputam a liderança da corrida presidencial estão em palpos de aranha com os problemas internos de suas campanhas. Marina não tem como explicar a contabilidade do PSB anterior à sua assunção como candidata, mas também não pode lavar as mãos como se nada tivesse com isso.

O avião fantasma que não tem dono e a contabilidade paralela da usina Abreu e Lima em Pernambuco, pela qual o falecido ex-governador Eduardo Campos está incluído na lista dos beneficiários do esquema de corrupção da Petrobras, são temas delicados que ela tenta driblar com alguns constrangimentos óbvios.

Também a presidente Dilma é obrigada a dizer que nunca notou nada de anormal nas contas da Petrobras, passando recibo de má gestora, sem poder assumir as ações que tomou para tentar estancar a sangria na estatal. Ela mesma garantiu recentemente que “as sangrias foram contidas”, embora oficialmente não saiba de nada.

A disputa entre o grupo da atual presidente Graça Forster, nomeada por Dilma para justamente tentar controlar o esquema que dominava a Petrobras, e o do ex-presidente José Gabrielli, responsável pela atuação do ex-diretor Paulo Roberto Costa, é conhecida de todos, mas Dilma não pode admitir que seu padrinho Lula, que chamava de Paulinho o ex-diretor hoje preso, dava apoio político ao velho esquema da Petrobras. O próprio Paulinho disse ao juiz Sérgio Moro que teve várias conversas com Lula.

Das duas, porém, Dilma tem culpa formal pela demora das providências, apesar dos constrangimentos partidários que a tolhiam. Ficou com Paulo Roberto Costa como diretor da Petrobras durante um bom tempo, e só protestou contra a compra da refinaria de Pasadena nos EUA depois de anos da negociata feita, tendo inclusive preservado o diretor responsável, Nestor Cerveró. Marina não tem nada a ver com eventuais malfeitos anteriores à sua chegada no PSB. 

O segundo turno mais longo dos últimos anos, como definiu o ex-presidente Lula, já está em curso, com a disputa polarizada entre a presidente Dilma e a candidata do PSB Marina Silva, e as novas pesquisas que estão saindo confirmam uma reação da presidente, ao mesmo tempo em que Marina se mantém competitiva, apesar do bombardeio a que está sendo submetida nos últimos dias.

A agressão verbal de que foi vítima ontem, com a presidente Dilma insinuando que Marina é sustentada por banqueiros, numa referência a Neca Setubal, herdeira do Itaú, é exemplo dessa estratégia petista, confirmando que Dilma é capaz de “fazer o diabo” para se reeleger.

Não se sabe a esta altura como o segundo turno se desenrolará, mas Marina mantém uma vantagem numérica que tende a reduzir-se à medida que a saraivada de golpes, alguns abaixo da linha da cintura, se sucede. Tudo indica que será uma disputa muito acirrada, com a presidente Dilma mobilizando toda a máquina partidária, e a máquina do governo também, para combater especificamente Marina, a adversária presumida no segundo turno.

Sua campanha já descartou a possibilidade de Aécio Neves do PSDB recuperar sua posição na corrida presidencial, l e tudo que não querem é que ele apóie Marina ainda no primeiro turno. Temem que essa ação possa criar um ambiente favorável ao voto útil em Marina, levando-a a uma vitória já no primeiro turno.

Não parece ser, no entanto, um movimento estratégico inteligente por parte de Aécio, que tem atrás de si um partido que pode ganhar diversos governos estaduais e precisa fazer uma bancada no Congresso que o coloque no jogo partidário. Além do mais, o senador Aécio Neves precisa necessariamente vencer a eleição para o governo de Minas, elegendo seu candidato Pimenta da Veiga e passando à frente de Dilma e Marina na disputa presidencial.

A campanha de Dilma pretende, com o ataque a Marina sendo a sua tônica, debilitar a adversária para que chegue ao segundo turno enfraquecida. Em parte estão tendo sucesso, pois Marina, atacada sem dó nem piedade tanto por Dilma quanto por Aécio Neves, parou de crescer.

Para Marina, o que importa é chegar ao segundo turno, para reagrupar suas forças numa nova campanha que a colocará em igualdade de condições na propaganda eleitoral com Dilma. Se o voto útil ainda lhe der fôlego de sobra para aumentar sua votação no primeiro turno, tirando votos do candidato Aécio Neves, melhor ainda. 

O PSDB ainda mantém esperanças de alterar o quadro, que parece cristalizado, com as revelações dos escândalos da Petrobras e a situação da economia, que a cada dia se deteriora mais, a ponto de a agência de classificação Moodys ter sinalizado com a redução da nota brasileira. Não é um tema de apelo popular, mas demonstra que a economia brasileira não vai bem.

MERVAL PEREIRA, jornalista (em O Globo)

21
09/14
13
visualizações
21
09/14
11
visualizações

A missão do jornalismo, segundo Dilma.

 

“O jornalismo não tem a obrigação de investigar.”

.

Afirmação da agora mestra em Jornalismo nas horas vagas e atual 

presidente do Brasil, Dilma Roussef, querendo ensinar que jornalismo

é só divulgar o que o governo quer e gosta, sem procurar escândalos de

corrupção como o que existem no governo dela e existiram no do

patrão dela, sr. Luis Inácio. Ambos, é claro, nunca souberam de nada.

Nem administram o país, nem investigam a roubalheira, talvez 

porque façam parte dela? Não, não, são anjos incompetentes, apenas.

JJ

21
09/14
10
visualizações

Afinal, o que é Jornalismo?

Jornalismo é a ciência e a arte de buscar informações e de apresentá-las de forma clara, ética e imparcial ao público. Os jornalistas podem ser divididos basicamente em três tipos: os repórteres (que reportam sem opinar), os colunistas, editorialistas e articulistas (que opinam)  e  os editores que selecionam quais as informações que serão disponibilizadas para o público, em cada edição.

É missão do jornalismo buscar a verdade, muito embora este seja um fato relativo. As verdades de cada pessoa podem ser diferentes, assim como podem haver diversas versões para um mesmo fato. Por isso, é trabalho do jornalista buscar elucidar ao público, buscando sempre informações de mais de uma fonte, sobre um mesmo fato.

Todos os Homens do Presidente

TODOS OS HOMENS DO PRESIDENTE

O livro e o filme “Todos os homens do presidente”,  de Carl Bernstein e Bob Woodward, que relata a ação destes dois premiados jornalistas na elucidação do escândalo de Watergate, que provocou a renúncia do presidente norte-americano Richard Nixon, nos anos 60, é uma verdadeira aula de como buscar informações em diversas fontes e montar o quebra-cabeças, num trabalho investigativo digno dos maiores detetives.

Jornalismo é investigação, sim, na busca da realidade dos fatos, que possa ser mostrada ao público, no jornal, na TV, no rádio, nas revistas, na internet, de forma clara e objetiva.

Para isso é que se estudam técnicas de entrevista, de reportagem, de redação e de editoração, nas boas faculdades de Jornalismo do mundo todo.

QUEM SUSTENTA A IMPRENSA LIVRE?

No mundo todo, a Imprensa livre é sustentada pela publicidade da iniciativa privada, o que torna os veículos independentes do governo. Quando o governo passa a ser o maior anunciante, corre risco a liberdade de informar e de opinar, assim como a de ser bem informado.

O jornalismo independente, no mundo todo, é considerado como o Quarto Poder, depois do Executivo, do Legislativo e do Judiciário, pois o bom jornalismo ajuda de forma importante a formação da Opinião Pública e esta pode redirecionar posicionamentos ou exterminar programas de TV ou rádio, produtos, empresas, marcas, políticos e governos que assim merecerem, como os envolvidos em falta de ética, de honestidade, de compromisso, de lealdade, de competência e de cumprimento de promessas feitas ao público.

JJ

21
09/14
5
visualizações

Design gourmet: Onion Art.

Página 1 de 1.2171234...1015...Última